Marxismo e Libertação Africana

Primeiro de tudo, devemos entender o pano de fundo para este tipo de debate. Quando alguém é solicitado a falar sobre a relevância do marxismo para a África, neste momento em particular, está sendo convidada a se envolver em um debate histórico, um debate em curso neste país,particularmente entre a população negra. É um debate que se intensificou no último ano e, a partir de minhas próprias observações, está sendo travado em um grande número de lugares em todo o país.

Burkina Faso: Thomas Sankara e os levantes populares

Viver africano para viver livre e digno. Pode-se matar líderes revolucionários, mas as ideias permanecem. Thomas Sankara A forma como a imprensa vem divulgado os recentes levantes populares em Burkina Faso contra o Presidente Blaise Compaoré, estimula-me...

Pan-africanismo, marxismo e as encruzilhadas nossas de cada dia

Tempos difíceis os nossos: Em uma época marcada por conservadorismos dos mais variados o ato de demonizar o Marx sempre garante aplausos calorosos em qualquer plateia. Esta é uma verdade incontornável desde o fim...

Stokely Carmichael (1941 – 1998) – De Pantera Negra a Pan-Africanista

Por Whittier College, Whittier, California – 22 de março de 1971 Tradução: Willians Meneses da Silva Bacharel em Direito pela PUC/SP, Especialista em Direitos Fundamentais (Coimbra/IBCCRIM/) Coletivo Negro Minervino de Oliveira Revisão textual: Regina Maria da Silva Mestra em Educação:...

O racismo mascarado: Reflexões sobre o complexo penitenciário industrial

Artigo de Angela Davis: O racismo mascarado: Reflexões sobre o complexo penitenciário industrial. Qual é o complexo penitenciário industrial? Por que isso Importa? Angela Y. Davis diz-nos. (De Seção Especial: Complexo Prisional Industrial)

A Revolução Russa, a África e a Diáspora

Desde a Grande Revolução de Outubro de 1917, os africanos e os descendentes de africanos em todo o mundo gravitaram em direção aos acontecimentos revolucionários na Rússia e no comunismo, vendo neles um caminho...

CURSO NEGRO: MOVIMENTOS DE LIBERTAÇÃO NA ÁFRICA

De segunda-feira a sexta-feira  (18 a 22 de janeiro de 2016) Horário: 19h30 às 22h00. Coordenação e organização: Danilo Ramos – Curador do Espaço Cultural Dona Leonor (CCDL)...

Resenha do livro What Fanon said, de Lewis Gordon

Resenha do livro "What Fanon said" de Lewis Gordon. O livro é uma abordagem filosófica sobre a vida e obra de Fanon

ASSATA SHAKUR – “Para meu povo”

Irmãos Negros[1]e irmãs Negras[2], eu[3]quero que vocês saibam que eu amo vocês e eu espero que em algum lugar nos seus corações vocês tenham amor por mim. Meu nome é Assata Shakur (nome de escrava Joanne Chesimard[4]), e eu sou uma revolucionária. Uma revolucionária Negra.

Como Thomas Sankara mudou Burkina Faso

Como Thomas Sankara mudou Burkina Faso...

Hampton: “É uma luta de Classes, porra!”

Uma coisa que Chaka se esqueceu de informar: que irmãos e irmãs não fazem exatamente o mesmo. Nós não pedimos a qualquer irmão para engravidar ou coisa assim. Não pedimos a nenhum dos irmãos para que tenham bebês. Então isso é um pouco diferente também ...

Claudia Jones: Desconhecida Pan-Africanista, Feminista e Comunista

Traduzido por Rafaela Araujo Santana – Grupo Kilombagem Por Ajamu Nangwaya Jones utilizou o espaço organizacional do Partido Comunista para avançar na causa do antirracismo, na paz mundial, na descolonização e na luta de classes. Claudia Jones...

De Michael Brown a Assata Shakur: O EUA e a continuidade do Estado racista

Por Angela Davis, 2014 Tradução e revisão:  Leila Maria de Oliveira e Regina Maria da Silva Embora a violência racista do Estado tenha sido um tema constante na história de pessoas de ascendência Africana nos Estados...

Palestras sobre Libertação (Lectures on Liberation)

O texto aqui apresentado é de autoria da professora Angela Davis. É sua palestra inicial para o curso Os Temas Filosóficos Recorrentes na Literatura Negra, seu primeiro curso na UCLA, durante o outono de 1969,
video

TRIBO DE KAM (Escravos motorizados)

Etíopes, Gêges, Egípcios, Núbios... Que batucam meu coração mandingueiro Que batucam o rataplam dos meus lábios Percussivos africanos Seja em que dialeto, dia, letra, idioma eu diga

Kwame Nkrumah

termo “socialismo” tornou-se uma necessidade nos discursos de palanque e escritos políticos de líderes africanos. É um termo que nos une no reconhecimento de que a restauração dos princípios sociais humanistas e igualitários da África demandam o socialismo.

Contribuição dos povos africanos para o conhecimento científico e tecnológico universal

O estudo e o acompanhamento do processo histórico da população africana e afro-brasileira é muito mais que uma gratidão aos milhões de mulheres e homens que forneceram as bases culturais e técnicas para a...

Educação na África: A Fuga de Cérebros

Fui apresentado a esse grande pesquisador/cientista pelo meu amigo Banto Palmarino. Desde então tenho procurado saber um pouco mais sobre sua trajetória e pesquisa, apesar de achar muita coisa sobre ele na net, pouquissima...
video

O Pensamento de Frantz Fanon -Parte 01

  O pensamento de Frantz Fanon Ciclo de palestras: Líderes AfricanosCONE -- São Paulo, 15 de junho de 2012 Deivison Nkosi Doutorando em Sociologia - UFSCAR, Professor de História da África e Grupo Kilombagem.   Assista mais videos...
video

Novo Clipe de Ba Kimbuta – Resíduos do Ódio!

"Explica porque das Dores não passa da cozinha da madame e diz: Hei filho como Deus é bom, põe na rádio globo, chora junto o coração... são só resíduos do ódio que restam no...

Nas Redes

0FansLike
0FollowersFollow
0FollowersFollow
0FollowersFollow
0FollowersFollow
54SubscribersSubscribe

Posts Recentes