Rosa Parks e a pedagogia da desobediência

 Quando lutar é a única opção A história oficial é essencialmente masculina. Nos maiores e mais importantes eventos da humanidade a figura da mulher tem pouco destaque. No entanto, aos poucos, algumas reparações começam a...

Os crimes de maio e as manifestações de junho e o Amarildo: o extermínio...

Por Deivison Nkosi - Grupo KILOMBAGEM e Rede Nacional de Controle Social e Saúde da População Negra Na semana passada um caso chamou a atenção da opinião pública internacional: o julgamento e absolvição do vigia...

O PAN-AFRICANISMO E A FORMAÇÃO DA OUA. – Érica Reis de Almeida

Érica Reis de Almeida Revista geo-paisagem (on line). Ano  6, nº 12, 2007. Julho/Dezembro de 2007. ISSN Nº 1677-650 X Descreve o início da construção do conceito do pan-africanismo no final do século XIX, como o...

VICH, FODEU! A ESQUERDA ESTÁ EM CRISE!!! Mas a foda ainda é o melhor...

VICH, FUDEU! A ESQUERDA ESTÁ EM CRISE!!! Mas a foda ainda é o melhor maneira de alcançar o orgasmo. Slavoj Zizec, a Ideologia e a passividade autêntica.

O tenso enegrecimento do cinema brasileiro

O cinema brasileiro vive um novo momento de mutação. A profunda diversidade que caracterizou nossa cinematografia nos últimos 30 anos, depois de superar a política de terra arrasada do governo ultra-neoliberal Collor, nos anos...

Dr. Kwame Nkrumah: O Panafricanismo e a luta contra o Imperialismo, por um mundo...

Kwame Nkrumah nasceu provavelmente em 21 de setembro de 1909, no povoado Ganês de Nkroful, Costa do Ouro.  Ele foi batizado com o nome de Francis pela Igreja Católica Apostólica Romana. Ele era  filho único por parte de mãe.  Estudou durante oito anos na escola católica romana em Half-Assini,

Racismos em Livros Didaticos Brasileiros e seus Combates

O artigo se propõe a efetuar uma revisão da produção brasileira sobre expressões de racismo em livros didáticos. Baseando-se em estados da arte já publicados e no original (como o de Baptista, 2002), o...

Palestras sobre Libertação (Lectures on Liberation)

O texto aqui apresentado é de autoria da professora Angela Davis. É sua palestra inicial para o curso Os Temas Filosóficos Recorrentes na Literatura Negra, seu primeiro curso na UCLA, durante o outono de 1969,
video

Dominguinhos deixará saudades

Nossa história: resistência e existência viva que marcou o mundo. Dominguinhos,  junto a Gonzagão é ancestralidade, modernidade e tradição.  Que as gerações da calça larga e da bombeta não desconsiderem os que vieram antes... Não daremos...

INTELECTUAIS NEGRAS – Bell Hooks

 O texto fala da importância política da teoria e aponta para a necessidade de se estimular homens negros e ( sobretudo) as mulheres negras à produção teórica comprometida com transformações sociais radicais. O texto denuncia...

Stokely Carmichael (1941 – 1998) – De Pantera Negra a Pan-Africanista

Por Whittier College, Whittier, California – 22 de março de 1971 Tradução: Willians Meneses da Silva Bacharel em Direito pela PUC/SP, Especialista em Direitos Fundamentais (Coimbra/IBCCRIM/) Coletivo Negro Minervino de Oliveira Revisão textual: Regina Maria da Silva Mestra em Educação:...

Roda de conversa. ...

A conversa tem a finalidade de apresentar os debates e problematizar a relação do conservadorismo, eugenia, política criminal, punitivismo e encarceramento em massa, que são faces da forma pela qual o...

Novas Bases para o Ensino da História da África no Brasil

A obrigatoriedade1 do ensino da história da África na rede oficial de ensino no Brasil confronta o universo docente brasileiro com o desafio de disseminar, para o conjunto da sua população, num curto espaço...

Harriet Tubman: A “Moisés” libertadora – Por David A. Adler

Texto retirado do site: http://condicaodamulher.wordpress.com/2007/10/29/harriet-tubman/   Por David A. Adler The Picture Book of Harriet Tubman New York, Holiday House, 1992 tradução e adaptação   Harriet Tubman nasceu em 1820 ou 1821, numa enorme plantação em Dorchester County, Maryland. Embora a plantação...

A Consciência Negra e a Busca de uma Verdadeira Humanidade – Bantu Stephen Biko

Bantu Stephen Biko. A consciência negra e a busca de uma verdadeira humanidade. In: Escrevo o que eu quero: uma Seleção dos principais textos do líder negro Esteve Biko. Trad. Grupo São Domingos. São...

O Racismo como arma de dominação – Clóvis Moura

Ao longo da história, o racismo foi a justificação dos privilégios das elites e dos infortúnios das classes subalternas. Agora ele se renova como instrumento de dominação Sobre o racismo um dos temas mais polêmicos,...

O Futuro da Música Depois da Morte do CD

Calma, não sou eu que acredito que o CD está prestes a acabar e creio que o sociológo Sérgio Amadeu e o jornalista cultural Irineu Franco Perpétuo também não estão totalmente convencidos disso apesar...

Por que marcharemos no dia 22 de agosto?

Reaja ou será morto / reaja ou será morta! Por Deivison Nkosi (Grupo KILOMBAGEM)   O silêncio dos bons também fere Primeiro torturaram, tiraram a vida e sumiram com o corpo do ajudante de pedreiro Amarildo, mas eu,...

O Dia da Consciência Negra e o esmagamento da principal experiência de ameaça política,...

 O dia 20 de novembro como dia da Consciência Negra surgiu na década de 70, no contexto de conscientização progressiva do movimento negro, principalmente nas grandes cidades do país, que começou a questionar a...

HIstória Geral da África – UNESCO

Em 1964, a UNESCO dava início a uma tarefa sem precedentes: contar a história da África a partir da perspectiva dos próprios africanos. Mostrar ao mundo, por exemplo, que diversas técnicas e tecnologias hoje...

Nas Redes

0FansLike
0FollowersFollow
0FollowersFollow
0FollowersFollow
0FollowersFollow
54SubscribersSubscribe

Posts Recentes